terça-feira, 21 de dezembro de 2010

«Assim como os pássaros não vivem sem o céu, assim como os peixes não respiram sem a água, assim como os planetas não existe sem o universo, posso dizer, com toda sinceridade, que não vivo sem você. São palavras escritas agora, mas para serem lembradas para sempre, guardadas em seu coração e em sua mente, te amo, te amo tanto…»

sábado, 9 de outubro de 2010

" O nosso amor é de papel como as flores que me deste, e no papel há-de ficar, para sempre escrito nas minhas palavras. E se vier a transformar-se em qualquer outra coisa, será sempre numa outra forma de amor: o papel vem das árvores, mas o amor vem do amor e nunca morre, mesmo depois de cortado, prensado e transformado. Amar é como plantar uma semente e tu já plantaste a tua no meu coração. "

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Everything i do, i do it for you  – Bryan Adams

Esta é a minha música e da minha mãe, na minha opinião. (também porque ela a adora) Não encontro nada que não pertença a nós, nesta música. Quero agradecer-te por tudo! Quero agradecer-te por seres a minha mãe, e acima de tudo, tu. Porque sem ti, eu não era a mesma, MAS DE VERDADE. Tu sabes! Tu sabes que somos iguaizinhas, tu sabes tudo o que faço, porque me conheces melhor do que ninguém. Tu sabes o que eu sinto e tens sempre medo que eu sofra, porque quando eu sofro, o teu coração bate mais devagarinho como o meu, o teu coração sofre com o meu e grita, por ajuda. Grita, um grito de amor, o mais puro amor, o amor paternal. Como se alguma vez pudesse agradecer-te por tudo… Vou estar sempre aqui para te ajudar, porque mesmo que não possa, eu vou tentar. Já alguma vez te disse que és a pessoa mais bonita (por dentro e por fora) que eu conheço? Esse teu cheiro, mesmo teu e só teu, a tua pele, o teu rosto, as tuas mãos, tudo é tão doce. Tudo é tão teu, meu, nosso, do nosso lar. E não há ninguém que goste tanto de mim, quanto tu! Só tenho que te preservar. E desculpa, por todas as vezes que fiz o teu coração palpitar muito de força e o fez gritar, através dos teus sentimentos. Mas nunca te quis, nem quero fazer mal. Sou a coisa mais parecida contigo, sou tu. E amo-te! Olhas para os meus olhos, e vês os teus. Vamos dar as mãos, para nos perguntarem se somos gémeas (:
«i’ll die for you.»; 

segunda-feira, 7 de junho de 2010

VOU TER SAUDADES!

terça-feira, 4 de maio de 2010

YES OR NO QUESTIONS.

sim, tenho saudades de tudo. tanto dos choros, como dos risos, como dos histerismos, como das noites, de tudo;
não, não me vou separar de ti, NUNCA, nem quero que o faças;
sim, amo-te;
não, nunca existiu nem vai existir ninguém como tu;
sim, faço tudo por ti;
não, nem suporto pensar na maneira como estamos;
sim, tudo valeu a pena;
não, não tens mesmo noção do quanto és importante para mim;
sim, até a minha mãe consegues ultrapassar;
não, nunca te vou trocar;
sim, errei ao 'trocar' os nossos momentos;
não, não trairei nunca a tua confiança!;
sim, tenho muitos ciúmes de muitas pessoas que até posso enumerar;
não, não consigo deixar de ser lamechas;
sim, choro muito quando vejo alguns nomes no teu fotolog menos o meu e sei que a culpa também é minha;
não, não concordo c o facto de tudo ter fim;
SIIIIIMM, ACREDITO, SIM, CONSEGUIMOS, SIM, ÉS E SERÁS A MELHOR AMIGA DO MUNDO.

sábado, 17 de abril de 2010

Estava agarrada a ti. Sentia-me completa, feliz e sempre com vontade de te agarrar mais e mais, fazer mais e mais força, e tu fazias o mesmo, ambos nos agarrávamos com tanta força. Essa força, este nosso amor faz-me sorrir, faz-nos sorrir juntos, faz-nos chorar juntos. Precisar? Mais do que precisar, tenho que te ter comigo, tenho que sentir a tua pele, os teus lábios, sentir-te a sugar o meu lábio inferior, como adoras, ouvir-te a dizer que adoras os meus lábios, elevar a minha cabeça e sentir os teus beijos e a tua língua no meu queixo. Depois, desces, passas devagarinho, enquanto ouço a nossa respiração, passas pelo meu pescoço e sinto a tua boca e a tua língua quentes, enquanto nos movimentamos em sintonia. Voltámos a apertar as nossas mãos com toda a força que podíamos fazer, até eu dizer ‘aiiii’ (como sempre), e tu sorris. Sorriso, esse teu sorriso que eu adoro e me faz sentir ainda mais quente. Puxo-te para mim e ficamos ali, até que as horas chamem por nós. Porque é que as coisas não são como queremos? Se assim fosse, estava agora contigo, a repetir tudo, tantas vezes quantas quiséssemos. Se assim fosse, vivia contigo. Se assim fosse, passava o tempo todo contigo. Se assim fosse, faríamos muitas mais coisas do que já fazemos.
Eu, 17-04-10, 19:17h.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Sabes o quão intenso é o teu toque? Sabes o quão amorosos são os teus beijos? Sabes o quão me sinto feliz contigo ao meu lado? Sabes quais são as três coisas que mais gosto de te dizer? Sabes em que dia tudo começou? Sabes onde foi o nosso primeiro beijo? Sabes o que penso quando me tocas com a tua ternura? Sabes o que é que te digo mais? Sabes o que provocas em mim? Sabes que és tu que me leva a sonhar? Sabes que é contigo que quero ficar? Sabes o que sinto quando me agarras com muita força? Sabes que música me faz lembrar de nós? Sabes o que sinto quando me dizes o que não gosto de ouvir? Sabes há quanto tempo estamos juntos? Sabes que acredito em ti? Sabes que nunca te quero deixar? Sabes que por mim estava sempre contigo (ainda mais)? Sabes o que mais gosto de te fazer? Sabes que te quero? Sabes que sou sempre sincera? Sabes que sem ti não vivia? Sabes que és o meu sunshine? Sabes que és MEU? Sabes porque é que eu sinto isto? Sabes o quanto gosto de passar horas e horas agarrada a ti? Sabes o que me faz ter mais forças? Sabes o que me faz sentir grande? Sabes o que me deixa a sorrir feita parva para o telemóvel? Ou o que me faz chorar aos berros e cair no meio do chão e querer ficar lá, como se mais nada existisse? Sabes o que me faz cometer loucuras? Sabes que vou estar sempre aqui para ti? Sabes que tenho medo? Sabes que ainda tenho muito mais para te mostrar? Sabes que adoro partilhar tudo contigo? Sabes que adoro o teu sorriso? Sabes que adoro quando dizes as coisas fofinhas que só nós sabemos? Sabes o que mais admiro em ti? Sabes o que gostava que mudasses? Sabes o que não gosto em ti? Sabes o que mais adoro em ti? Sabes que me deixas tola? Sabes que nunca me vi tão segura? Sabes que cada vez aumenta mais? Sabes que peço desculpa pelo que já fiz de mal? Sabes que quero que partilhes ainda mais comigo? Sabes que quero conhecer tudo o que te diga respeito? Sabes que te daria uma segunda oportunidade? Sabes que não me quero ver sem ti? Sabes que sou pirosa e lamechas? Sabes que sou uma porca também? Sabes que gosto de te mostrar a minha verdadeira maneira de ser? Sabes que acredito muito em nós os dois? Sabes que adoro os nossos beijos e que por mim, ficava sempre assim, com os teus lábios colados nos meus? Sabes a quantidade de amor que nos envolve? Sabes que às vezes gosto de ser mazinha contigo? Sabes que gosto de te provocar? Sabes que adoro os nossos abraços fortes e determinados? Sabes que não te sei dizer que não? Sabes que há coisas de que me arrependo? Sabes que às vezes te chamo boi e estúpido e blablabla? Sabes que adorava acordar agarrada a ti? Sabes o que mais gosto de fazer contigo? Sabes todos os sítios por onde já passamos? Sabes todos os sítios onde já estivemos? Sabes que já estivemos juntos a todas as horas de um dia? Sabes o quão mal fico quando nos chateamos? Sabes que gosto de saber que falas de mim? Sabes que gosto de estar à frente de todos na tua vida? Sabes que gosto de romantismo? Sabes que preciso sempre de ti? Sabes que não faço por mal quando te proíbo de algumas coisas? Sabes que adoro que me protejas? Sabes que adoro essa força? Sabes que és o melhor? Sabes que adoro rir-me muiiiito contigo? Sabes que não te quero longe de mim? Sabes quantos beijos já demos? Sabes quanto tempo é que aguento sem te dar um beijo? Sabes o que me faz chorar? Sabes o que me faz gritar? Sabes quantas vezes por semana tu apareces nos meus sonhos? Sabes que somos um? Sabes que adoro quando estás com a mente mais aberta? Sabes que adoro estar bem juntinha a ti? Sabes que fazes parte do meu bem-estar? Sabes que eu sei de cor a tua face? Sabes que sei de cor as tuas reacções e expressões? Sabes que sei de cor a tua voz? Sabes que estou sempre a pensar em ti? Sabes que contigo sou uma pessoa melhor? Sabes que se fores, levas o meu coração contigo? Sabes que quero que guardes e abraces tudo o que te fiz, disse e dei? Sabes que não quero que nada mude? Sabes que não quero que tudo se desfaça? Sabes que adoro que te preocupes comigo? Sabes que adoro quando me olhas e não resistes? Sabes que não quero que o tempo pareça perdido? Sabes o quanto me fazes bem? Sabes o quanto te amo? Sei que sabes, ambos sabemos tudo isto e não vamos deixar de saber.


texto da minha autoria (2;6)

domingo, 28 de março de 2010

QUERO ESTAS CALÇAS E ESTA SAIA.

sexta-feira, 26 de março de 2010

'Ai és tu que me fazes andar, és tu.
Ai és tu que me fazes pensar, és tu.
Que o que esta mal pode se mudar, és tu.
Ai és tu que me leva a sonhar, és tu.
É por isso que eu quero-te fumar, tu fazes parte do meu bem estar.
Vou estar contigo custe o que custar. é contigo que eu quero ficar, pois tu és...'

WELLA.

quarta-feira, 10 de março de 2010

amo-teeeeeeee (: Ritinha C *

és um amoooooooor! faz uuuuum :b
amo-te tantoo, MAS TANTO :3 hoje foste mesmo querida (: e a chamada também foi fofiiiiis :b

já não me vejo sem ti , nem sem as tuas coisas fofinhas e o teu apoio. TENS QUE ME DEIXAR IR AÍÍÍÍÍ!

sábado, 6 de março de 2010

segunda-feira, 1 de março de 2010

Tenho saudades do meu totó, tenho saudades dele todos os dias, mesmo estando com ele todos os dias. Quanto mais estou, mais quero estar! Quanto mais carinho me dá, mais carinho quero ter, mais beijos, mais abraços e mais afecto! Já não me vivo sem o sorriso dele todos os dias e sem a sua presença.
Todos os beijos dele me deixam ansiosa por mais, o toque dele modifica-me, a respiração e as palavras deixam-me completamente apaixonada.


'Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,
aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.'

domingo, 21 de fevereiro de 2010

'Um aperto no coração, um grito sufocante, um gesto incompreensível, uma atitude incontrolável, um medo temível de que tudo pudesse voltar á sensibilidade deleitada de todas as palavras e gestos em que ousaram fazer-me, para me ofender.' - TENHO MUITO MEDO DO ESCURO :s mas tu, tu tiras-me todos os medos.

AMO-TE.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

sem ti, o meu peito fica vazio, os meus olhos não brilham, o meu coração pára, o meu sorriso não se desenha, os meus olhos não abrem, as lágrimas não páram e fico rouca de chorar, sem ti, o meu corpo sente ausência, sente-se só, sem ti, não sei viver, sem ti, não consigo continuar !

hoje é dia dos namorados :3 p,

domingo, 7 de fevereiro de 2010

7.jpg image by _puppet

good looking is important ; good looking is (very) important ;
ADORO SAPATOS, ADORO VESTIDOS, ADORO PULSEIRAS, ADORO MALAS, ADORO BRINCOS, ADORO BOTAS, ADORO CALÇAS, ADORO TOPS, ADORO T-SHIRTS, ADORO VERNIZES, ADORO CACHECÓIS, ADORO PERFUMES, ADORO CREMES, ADORO LEGGINS, ADORO RELÓGIOS, ADORO ANÉIS, ADORO CALÇÕES, ADORO CASACOS, ADORO PELE, ADORO CAMISOLAS, ADORO CABELOS, ADORO MODA, MODA, MODA, moda.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

SEM COMPLEXOS, SEM MEDOS, SEM VERGONHAS!



Viver com medo do que os outros vão pensar, é o pior que podemos fazer! O melhor que podemos fazer é fazer aquilo que queremos, sem medo de nada, sem medo de nos arrependermos, até porque nunca nos devemos arrepender de nada. Eu não me arrependo! 
Faço as minhas escolhas e acho que são acertadas.

P.S.: (as mulheres beijam muito melhor) ; fiquem sabendo, otários que têm a mania que comem todas .|.


; sinto-me bem assim, sinto-me livre, sinto-me EU, sinto que nada me atinge, na paz, ya ? (h)


'Na minha juventude antes de ter saído
da casa de meus pais disposto a viajar
das páginas dos livros que já tinha lido

Chegava o mês de maio era tudo florido
o rolo das manhãs punha-se a circular
e era só ouvir o sonhador falar
da vida como se ela houvesse acontecido

E tudo se passava numa outra vida
e havia para as coisas sempre uma saída
Quando foi isso? Eu próprio não o sei dizer

Só sei que tinha o poder duma criança
entre as coisas e mim havia vizinhança
e tudo era possível era só querer'


Ruy Belo, Homem de Palavra[s].



; tenho saudades, saudades de ser criança e pensar que tudo era possível e os únicos problemas da vida eram partir a barbie ou perder um travessão, tenho saudades de ser ingénua e este poema apareceu no momento certo, ADORO-O E ADOREI TRATÁ-LO.

sábado, 16 de janeiro de 2010

YOU FOUND ME.

'where were you? where were you? you found me, you found me' 

ontem, ao olhar para ti fixamente não consegui deixar de pensar no quanto te amo, no quanto quero ficar contigo, no quanto me sinto protegida contigo, no quanto te amo e no quanto gosto de te agarrar.
'estou incondicional e irrevogavelmente apaixonada' por ti., estou assim, e de uma maneira inexplicável, passo o tempo todo nas nuvens, o tempo todo a querer estar contigo , abraçada, com o tempo a passar e nós ali, SÓ NÓS.

please don't go anywhere, never. Mas sim, a única coisa a que podemos aplicar a palavra nunca é à frase 'nunca vou viver para sempre', por isso, para agora tenho esperanças e vou fazer por isso, mas tenho medo :s e gostava, sim, adorava, amava ! 
PREPARE YOURSELF ; vais ter uma surpresa (a)
amo-te, amo-te e amo-te e isto sai-me tudo , não te mando a ti, porque torno-me chata :s

http://www.youtube.com/watch?v=VJyyanGYH_I - you found me - the fray !

(p.s.: em itálico as coisas que estou sempre a repetiiir)

domingo, 10 de janeiro de 2010

É TÃO BOM ESTAR APAIXONADA!

é tão bom receber um abraço teu, é tão bom aconchegar os meus lábios nos teus, é tão bom sentir a tua pele, é tão bom saber que estás comigo, é tão bom abafar a minha boca no teu pescoço, é tão bom sentir a tua respiração, é tão bom dar-te as mãos, é tão bom ouvir-te dizer que me amas, é tão bom sentir que sentes o mesmo, é tão bom não conseguir parar de sorrir para ti, é tão bom fazer figuras a pensar em ti, é tão bom esquecer tudo por uns minutos e ser só tu e eu, é tão bom ver-te, é tão bom ouvir-te, é tão bom sentir-te, é tão bom poder agarrar-te, é tão bom dançar de tanto te amar, é tão bom dizer que te amo, é tão bom sentir os teus dedos percorrer-me toda, é tão bom sentir os teus lábios pelo meu umbigo, é tão bom ouvir-te cantar, é tão bom quando me ponho aos saltos, é tão bom olhar-te nos olhos, é tão bom receber beijinhos nos ouvidos, é tão bom ser tua namorada, é tão bom encostar o meu ouvido no teu peito e ouvir-te falar, é tão bom receber os teus beijos na testa, é tão bom receber mensagens fofiiinhas, é tão bom quando não me largas, é tão bom quando te referes de mim com um tom de voz orgulhoso,
é tão bom, quando sou eu e tu! 
é tããão bom - é tão bom, pedro ! PEDRO MIGUEL SOUSA E SILVA ♥ 


obrigada por teres lido, foi escrito hoje, sem tirar nem pôr, aqui.

sábado, 9 de janeiro de 2010

tenho as mãos frias, não gosto muito de frio! nunca gostei, mas podia nevaaar *-* neve sim,  neve é bonita! No ano passado nevou cá no dia 9 de Janeiro, faz hoje um ano, podia repetir-se, não hoje, mas na Segunda ou assim, assim não tinha aulas!
com ou sem ti, com ou sem ninguém, vou ser feliz! estou contigo agora e quero ficar, adorava poder ficar :3 nunca ninguém me deu tanto valor. Fica comigo, eu fico contigo e trato-te bem! 
amo-te mesmo e não duvides mais disso, já não tenho forças para estar longe de ti, já não tenho forças para estar perto de ti e não te beijar, já não tenho forças para largar os teus lábios de perto dos meus, já não tenho forças para te largar, já não tenho forças para me separar de ti, não quero ter forças para te perder, quero ler e ler aquelas mensagens fofiiinhas tuas, que me deixam toda histérica quase a morrer de tanto sorrir, de tanto pensar, de tanto sentir o coração aos pulos, quero que acordes, dorminhoco, ACORDA, já são duas e meia e ainda tás a dormir -.-


finalmente as coisas neste país estão a mudar, finalmente foi aprovada a homossexualidade ! BANDO DE ATRASADOS -.-

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Foi com esta música que tudo mudou, foi com esta música que vi tudo a mudar, que vi o quanto importante era o que sentia desde já algum tempo, o quão queria que o que aconteceu acontecesse, o quanto queria que as coisas resultassem e o quanto queria sentir-te ao meu lado, sempre que me tocavas, sentia um arrepio, moldava as costas, rodava o pescoço e de repente, sentia-me mais perto de ti, puxava-me mais para a frente e já pouco faltava, só queria chegar-me ainda mais perto de ti, sentir o teu cheiro, tocar na tua pele, arranhar o pescoço, beijar esses lábios, e acender a chama que nos unia, aumentar ainda mais a energia entre nós! Quando te vejo, fico toda trocada, muda tudo, não ouço nada à nossa volta, não vejo nada à nossa volta, não sinto mais nada, qualquer som, faz com que sinta ainda mais vontade de te agarrar!
                O nosso primeiro beijo adiava-se, as minhas forças estavam a esgotar-se, tinha cada vez menos energia e precisava da nossa, da nossa união. Não sabes o quão importante é sentir-te ao meu lado, abafar a minha cara no teu peito e ficar ali, a sentir a tua pulsação, os teus beijos sobre a minha testa, e os teus braços sobre a minha anca

domingo, 3 de janeiro de 2010


gostava de puder seguir o meu sonho!

sábado, 2 de janeiro de 2010



para uma verdadeira amizade, nunca há fim!

sábado, 19 de dezembro de 2009

quando eu precisava, tu encontraste-me, quando eu precisava, tu abraçaste-me, quando eu precisava, tu sorriste-me, quando eu precisava, tu beijaste-me, quando eu precisava, amaste-me, quando eu precisava, tocaste-me, quando eu precisava, mostraste-me que estavas comigo, agora eu preciso e tu mostras isso tudo, e penso que vais mostrar sempre. Espero poder fazer o mesmo por ti.
quando precisares, vou encontrar-te, abraçar-te, sorrir-te, vou beijar-te, amar-te, tocar-te, mostrar-te que estou contigo!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009


«Um amigo é uma pessoa com a qual posso ser sincero. Diante dele posso pensar em voz alta» Emerson

sábado, 12 de dezembro de 2009

desde que me conheço que vivo disto:

sábado, 5 de dezembro de 2009

há melhor do que ela?

  • 'Fazes parte das pessoas com quem posso contar para tudo na minha vida sempre e para sempre, e se calhar é por isso que as mãos me tremem de emoção ao te escrever estas palavras. Tu dás-me muito do que não tenho e no entanto nunca descansas, nunca te cansas de tentar descobrir em mim o que me falta para ser melhor e mais feliz. Acreditas, incondicionalmente nas minhas capacidades, relativizas os meus defeitos, aturas as minhas neuras, partilhas as minhas vitórias, estás ao meu lado para o que der e vier. Dás-me paz, companhia, doçura, harmonia, amor, serenidade, confiança. Dás-me a mão, o teu coração e a tua cabeça, as tuas memórias e os teus projectos, fazes-me sentir importante quando estou do tamanho de uma ostra e fazes-me rir quando quero chorar e chorar quando rio. Uma amizade assim não tem fim, mas tem princípio e meio, e no meio de tudo isto só te posso dizer que o mundo não teria a mesma luz se tu não fizesses parte dele e, amo-te.' da melhor amiga !
  • 'ok, fiquei sem palavras , minha toto *-*
    lembrei-me de vir aqui e vi isto!
    tu sabes que comigo acontece exactamente o mesmo e que sinto exactamente o mesmo. até quando somos estúpidas uma com a outra, não sabemos viver sem estarmos junta, não sabemos como nos separar e muito sinceramente não quero saber.
    Qualquer coisa estás tu, estás incluída em qualquer coisa que faça, em qualquer coisa que diga ou pense.
    Primeiro de tudo, estás tu, faço tudo por ti.
    eu não sei como dizer o que sinto por ti, eu amo-te como se tivesses nascido dentro de mim, ou ao meu lado, ou como se já te conhecesse.
    & obrigada por isto:
    ' aii obrigada. Obrigada, obrigada por TUDO e por nada Rita! Fazes parte de mim, fizeste de mim o que sou hoje, os dias sem ti ja n sao nada, eu nao sou nada! Não me vejo sem ti, sem nós, sem o que só faço contigo, sem as nossas aulas e as nossas piadas secas. Não quero ter saudades tuas, não quero! És a melhor amiga de todas, és o que eu sempre quis ter, és quem me conhece melhor, és aquela em que eu confio tudo, tudo mesmo! E entre nós nem palavras sao precisas, nem explicações. Conheço-te como as palmas das minhas maos e dizer que vou passar contigo os meus próximos dias já não é novidade :') tenho orgulho em ti, e até em mim por te ter. Nunca te quero perder, nunca quero perder nada. Quero recordar tudo mas recordar-te a ti, nunca, porque tu vais ser para sempre ao meu lado, vais ser o que sempre foste, diferente de todas :3 amar nao basta, dizer que te amo nao basta, ja fizeste tanto por mim e eu nao sei como retribuir, estou sempre em divida para contigo. Fazes-me bem, sinto-me bem 'és o meu porto seguro', a irma que eu sempre quis, o meu segundo eu. Nunca me vou esquecer de ti, nunca nunca! todas as experiencias desde a mais estranha, bizarra, todas as coisas fora do normal, todas as competiçoes porcas, todos os abraços grandes e beijinhos fofinhos, nao sei explicar! Pormenores que fazem a diferença mas que nao sao sempre necessários porque nao tenho nada para te provar, nao tenho que te conquistar. Já te conquistei, e tu a mim, há muito! E sabes o que digo agora? DESDE QUE SEI O QUE É A VERDADEIRA AMIZADE! E agora? Amo-te, amo-te e amo-te como nao amo outra amiga. Amo-te como irmã, e é para sempre Rita, para sempre MESMO. ' eu li isto depois de um treino, cheguei ao saco estafada, peguei no telemovel, li e depois de ler, fazia mais uns mil treinos iguais aos daquele dia! amo-te ana .'
     ‘Baixei-me para te poder ver, visão: a Rita a olhar para a sua esquerda, passa o carro, manda o cabelo para trás e passa a passadeira com a pasta só de um lado, que visão! Agora estou a ver o Sol atrás das árvores , é bem mais bonito! Os sinos tocaram, Ritinha, já devias estar no treino ai! Minha paixão, minha eterna amiga, meu anjo completo, sabes uma coisa? Sabes, sabes? Acabei de entrar para o elevador! Agora estou a abrir a porta de minha casa e tive uma visão da tua pasta de visual encostada, como no ano passado, agora estou com a minha gata e os olhos dela fazem-me lembrar os teus. Acabei de beber água pelo garrafão e lembrei-me de uma vez, às tantas da noite teres bebido por lá também. Agora vou comer fruta tal como tu. E este silêncio a ouvir as teclas faz-me lembrar o teu telemóvel e das vezes que eu me enervo contigo. Hum, este barulho da maçã faz-me lembrar de quando comes uma e me apetece esganar-te. Estou a abraçar a tangerina, não se comparam aos nossos abraços, e nunca se vão comparar. Vim deitar-me na minha cama com ela, isto faz-me lembrar as nossas fotos aqui deitadas, agora estou a olhar para o quadro que me fizeste e as lembranças vem todas em cima umas das outras, todas elas e sei, sei que grande parte da minha vida é vivida ao teu lado, contigo. Consigo ouvir a tua voz na minha cabeça. Sim, porque estás sempre comigo, mesmo não sendo fisicamente. Eu sei disso. E tu sabes que não vivo sem ti! A puta da gata acabou de me morder e fez-me lembrar de às vezes me ferrares a bochecha, o que é raro pois não és canibal. Tudo, tudo o que penso me faz lembrar expressões, sentimentos, momentos todos diferentes, com diferentes intensidades e modos. Tudo contigo é possível. Uma amiga não é só para ajudar nos bons e maus momentos, é para os viver também! E ninguém melhor que tu Rita, ninguém. Ninguém melhor do que tu para me ouvir, para me ajudar, para me acalmar, para rir comigo, comer comigo, conhecer novas coisas. Crescemos e aprendemos ao lado uma da outra. Já passaram muitos por nós, uns não ficaram, outros sim, mas nós sempre permanecemos. Já passaram outros por ti, mas nunca me substituíste, tal como eu nunca te substitui e nunca substituirei. Já fizemos coisas que nunca ninguém fez, já dissemos coisas que nunca ninguém disse, nós somos NÓS, e nunca vai existir igual! Uma verdadeira amizade nunca termina e tu nunca vais terminar. Não te vais livrar de mim, das minhas cenas tristes e do meu esterismo. Obrigada por existires, por teres aparecido na minha vida que agora também é tua!'
  • 'oooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh *-*
    só nos falta chorar baba e ranho e dizer que nos matamos se uma de nós morrer :3
    amo-te rita, melhor amiga de todas, és tudo. Sabes o que é tudo? é isto:
    um cobertor, porque me aqueces o coração.
    uma música, porque sabes sempre acalmar a fera que há em mim (a)
    comida, porque me enches de beijinhos e abraços (sim, comida para mim é aquilo que encheee as pessoas *)
    és um telemóvel, porque quando olho para ti é o mesmo que ler mensagens, sim Rita, fazes-me sorrir. Sabes aquele sorrisinho estúpido que tanto gozas? Exacto, esse mesmo! Mas contigo ainda consegue ser mais estúpido, o orgulho é muito maior!
    sabes o que é que também és? uma irmã. e sabes mais? um apoio. e mais? a força que me ajuda em tudo, a ultrapassar tudo. e só mais uma coisa? maior que deus, devo-te mais a ti do que a ele. (não devia ter mencionado isto)

    as pessoas nunca têm a consciência a definição 'és tudo.', mas eu tenho. Vês? (h)
    vá, eu amo-te. Sabes disso, há anos.'


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

'que nunca caiam as pontes entre nós!'

quero ter esperanças, quero que dure, quero sorrir, quero abraçar-te, sentir o teu sorriso, os teus braços e o teu cabelo !
não quero sofrer. beija-me para que durma, num sonho de sono*

domingo, 29 de novembro de 2009

nunca te vou esquecer, nunca vais deixar de ser quem se tornou, mesmo que tenha acontecido tudo o que aconteceu, mesmo que aconteçam muitas mais coisas, vais ser sempre o meu, o meu rei.
TUDO DÓI AGORA, PARECE QUE NADA SARA, mas vai sarar, eu vou-me curar!

amo-te & nada foi por acaso, nada foi mentira, nada! |: nunca vou deixar de sentir um aperto no coração quando ouço falar de ti, nem quando vejo conversas, nem nunca vou parar de chorar ou sonhar contigo. nunca.

MELHOR AMIGA!

MELHOOOOOR ?


bem bem, como sempre, tu (L)
isto foi no ano passado , desde então até agora muita coisa mudou (então gajos xD) mas nós não !
e lá vão 98543975987443287496 (...) dias.
CONTINUA NOS PRÓXIMOS EPISÓDIOS ...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

as coisas mudam!
LUA NOVA *

domingo, 15 de novembro de 2009

maniiiiiiinhos!


eles são os maiores; eu sei! (:


adoro quando eles me chateiam, quando andamos os três à porrada e
quando me veem dar beijinhos! sem vocês não me podia enervar tantas
vezes e falo com vocês, dois chabalinhos de TUDOOO .
amo-vos; e sabem? à noite vou sempre dar-vos um beijo de boa noite,
quando estão a dormir!
JOÃO & AFONSO 



e desculpem lá, mas eu quero MAIS UUUM/A IRMÃ/O.

sábado, 14 de novembro de 2009

estou sempre aqui, 'e eu vou sempre ao teu encontro' *-*
"Sugiro veementemente a Vossa Excelência que procure receber contribuições inusitadas na cavidade rectal"  (Vá levar no cu)

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

mia *

is this love;
is this love;
is this love.



gosto de coisas antigas, gostava de receber mensagens queridas do diogo, gosto de chocolate, gostava que o diogo me irritasse, gosto de olhar para mim e estar bonita, gostava que o diogo me desse beijos nas bochechas, gosto do contraste antigo/recente, gostava que o diogo me pusesse o braço por cima do ombro, gosto de ouvir drum à noite, gostava das chamadas com o diogo, gosto de queen, gostava que o diogo me chamesse pita, gosto de receber muiiiitas mensagens queridas e guardá-las, gostava que o diogo me chateasse e se preocupasse comigo, gosto de fotografias, gostava que o diogo falasse de mim, gosto de conhecer e aprender, gostava de dar porrada ao diogo, gosto de aulas de matemática, gostava que o diogo me dissesse o que fazia, gosto de falar com idosos e do contraste de gerações, gostava que o enorme do diogo me dissesse coisas queridas sem parar, gosto de pintar as unhas, gostava de ouvir o diogo, gosto de abraços, gostava de andar de mãos dadas com o diogo, gosto de sentir saudades, gostava de chamar boi ao diogo, gosto de tecnologia, gostava do quarto do diogo, gosto das conversas com a minha mãe, gostava que o diogo não parasse de me chatear e fosse ciumento, chato e estúpido, gosto de crianças, gostava que o diogo me pusesse em primeiro lugar, gosto de cremes e produtos para mim, gostava de ler conversas com o diogo, gosto de pulseiras, brincos e roupa, gostava que o meu diogo me mandasse pro caralho, gosto que me dediquem coisas, gostava que o otário do diogo fosse ambicioso comigo, gosto muito do pessoal da natação, gostava que o diogo me agarrasse na anca, gosto de nadar, não vivo sem nadar, gostava que o diogo fosse ao ginásio, odeio ter dores de costas, odiava quando o diogo não me respondia, odeio que falem de mim sem certezas, odiava quando o diogo não me beijava, odeio não puder fazer o que quero, odiava o diogo quando me gozava, gosto de falar, falar, falar, e falar, gostava de andar na rua com o diogo, gosto de sair à noite, continuo gostar do meu diogo (...)

domingo, 8 de novembro de 2009

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

p.

Os momentos eram bons, mas as despedidas, dolorosas, sempre muito dolorosas, tinha vontade de ficar, de não ir… Sofrer mais não dava, precisava de um conforto, daquele mesmo conforto, mas todos os dias, todos! Sentir a respiração, aquela súbita preocupação com cada passo meu, aquela protecção, aquele brilho nos meus olhos, vendo-os no espelho de seus olhos, tudo isto era essencial, de tudo isto precisava. Se me vou esquecer? Óbvio que não me vou esquecer, guardarei, permanecerá, sempre! You’ll be always my king!
heart it raceeees x)

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

d.

já não consigo chorar mais, não tenho forças e quero olhar para ti, quero tocar-te e sentir-te!
é horrível ter que chorar e depois esconder as lágrimas, é horrível ter de chorar por se sentir algo tão bonito !
mas eu sou forte, vou lutar.

promessas quebradas !

agora não sei o que fazer, como viver!
não te vou largar, não vou, não deixo.

sábado, 31 de outubro de 2009

era tudo tão diferente se te pudesse abraçar e sentir todos os dias, era tudo mais calmo, com mais cor. Queria poder sentir os teus lábios todos os dias, viver sem isso começa a tornar-se doloroso, começo a chorar e quero-te aqui!
Apetecia-me cometer uma grande loucura, nem que amanhã estivesse tudo igual, mas pelo menos, teria-o feito.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

não consigo viver sem ti, não consigo, sem o teu perfume, sorriso, toque!
queria que estivesses comigo todos os dias..

domingo, 11 de outubro de 2009

gosto de coisas antigas, gosto de receber mensagens queridas do diogo, gosto de chocolate, gosto que o diogo me irrite, gosto de olhar para mim e estar bonita, gosto que o diogo me dê beijos nas bochechas, gosto do contraste antigo/recente, gosto que o diogo me ponha o braço por cima do ombro, gosto de ouvir drum à noite, gosto das chamadas com o diogo, gosto de queen, gosto que o diogo me chame pita, gosto de receber muiiiitas mensagens queridas e guardá-las, gosto que o diogo me chateie e se preocupe comigo, gosto de fotografias, gosto que o diogo fale de mim, gosto de conhecer e aprender, gosto de dar porrada ao diogo, gosto de aulas de matemática, gosto que o diogo me diga o que vai fazer, gosto de falar com idosos e do contraste de gerações, gosto que o enorme do diogo me diga coisas queridas sem parar, gosto de pintar as unhas, gosto de ouvir o diogo, gosto de abraços, gosto de andar de mãos dadas com o diogo, gosto de sentir saudades, gosto de chamar boi ao diogo, gosto de tecnologia, gosto do quarto do diogo, gosto das conversas com a minha mãe, gosto que o diogo não pare de me chatear e seja ciumento, chato e estúpido, gosto de crianças, gosto que o diogo me ponha em primeiro lugar, gosto de cremes e produtos para mim, gosto de ler conversas com o diogo, gosto de pulseiras, brincos e roupa, gosto que o meu diogo me mande pro caralho, gosto que me dediquem coisas, gosto que o otário do diogo seja ambicioso comigo, gosto muito do pessoal da natação, gosto que o diogo me agarre na anca, gosto de nadar, não vivo sem nadar, gosto que o diogo vá ao ginásio, odeio ter dores de costas, odeio quando o diogo não me responde, odeio que falem de mim sem certezas, odeio quando o diogo não me beija, odeio não puder fazer o que quero, odeio o diogo quando me goza, gosto de falar, falar, falar, e falar, gosto de andar na rua com o diogo, gosto de sair à noite, gosto do meu diogo (...)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

i love you .

quarta-feira, 2 de setembro de 2009


este é o poder dos meus irmaos :b

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Estava sentada, de barriga para cima, cotovelos assentes no chão e cabeça erguida a ver a piscina e cabelo solto pelas costas, enquanto imaginava, algures no meu eu, o nosso nós, na piscina, no mais intimo dos momentos, quando que por acaso, te sinto, sinto o teu cheiro imune na minha memória, sinto o cheiro que gostava de sentir todos os meus dias, o teu perfume junto do meu...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

MEDOS !

a cada vez que sinto, só quero deixar de o sentir, as memórias vem, o medo volta, o receio VOLTA a residir e os maus pressentimentos, depois penso no quão forte e capaz sou e que tudo vai ficar bem, penso no bem, penso em mim, penso em lutar ! VAI CORRER BEM, VOU CONSEGUIR. Não quero medo, pudor!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

i'm afraid of..

das poucas coisas que me fazem perder o medo, é esta música, esta e todas as outras da minha banda:
Ela caminha, ela canta, ela vagueia, ela procura, ela sonha, ela só quer ser o que quer ser, ela sonha, ela sabe que irá ter o que deseja, ela quer, ela tem medos, mas ela consegue, ela consegue porque é uma mulher forte, consegue, consegue e vai sempre conseguir, desde que queira...
Uma recordação, uma lembrança, um palpitar, uma música, um momento, uma vida, uma dor.
quanto mais empurrarmos a maré, mais água nos empurrará ! Mas foi assim que eu sempre disse que queria ser derrubada. Não quero ter medo, quero apenas sentir.

can you keep a secret ?

Só nós podemos fazer com que lá existam viagens ainda mais inesquecíveis e interminavelmente diferentes, ousadas.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

SAUDADEEEEES !

chega a um ponto, em que tudo já é bom, basta um sorriso, uma palavra, um suspiro e está tudo bem ! O mínimo sinal, eu amo aquele ser e isso não vai mudar, não vai! entendemos-nos tão beeeem, só quero um abraço, outro toque, outro sorriso, voltaaaa tono.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

tenho saudades .

tenho saudades de te ver, vontade de te abraçar !

quinta-feira, 2 de julho de 2009

não sou.

Não me sinto Ana, não me sinto Rita, não me sinto Maria, não me sinto Francisca, não me sinto Gabriela, não me sinto Beatriz, não me sinto Izilda, não me sinto Teresa, não me sinto Luísa, não me sinto Cláudia, não me sinto Rafaela, não me sinto Joana, não me sinto Catarina, não me sinto Filipa, não me sinto Paula, não me sinto Natasha, não me sinto ninguém, não me sinto eu. Preciso de respirar o meu ar, a minha água. Preciso das minhas braçadas convictas e das minhas pernadas, preciso. Só preciso de sentir-me eu, só quero tudo de novo, só quero sentir o sonho, sentir o que me faz sentir eu.
QUERO SENTIR O QUE ME FAZ SENTIR EU !

quarta-feira, 29 de abril de 2009

água .

Quando vimos os nossos grandes sonhos e as nossas grandes paixões pelo lado de fora, parecem-nos vazias, pequenas e não parecem ser o quanto apaixonantes e maravilhosas são, mas neste caso, sempre que penso, paro para pensar, coisa que ultimamente é o que mais faço, vejo que isto não é um desses momentos, que quando vejo por fora aquele sítio não me parece pequeno, não me parece pequeno porque será sempre uma paixão, será sempre um sonho, estará sempre dentro de mim… Ainda hoje, quando lá estava, senti, senti e relembrei tudo, todas as sensações, tanto auditivas, como visuais, como a nível de tacto e cheiro. Mesmo pelo outro lado, consegui olhar e lembrar-me do que era sentir aquele chão, aquela água, aquela determinação, aquele auge, porque era a nadar que eu encontrava o meu auge. Aquele calor, cheiro, a pele do meu treinador, sempre com aqueles músculos todos, moreno e forte, com o seu grande sorriso, sempre a transmitir-me o que é o melhor, sempre a falar-me das coisas que são e ele considera serem as melhores a fazer. Não quero falar mais em tempo passado, quero voltar a referir-me a presente, quero voltar ao que era, quero ficar bem desta lesão e assim poder atingir o auge de novo, poder sentir isto tudo de novo, poder sentir-me, poder decidir-me, poder abraçar o que tenho de bom, poder gritar e chorar de felicidade, poder esforçar-me até não aguentar mais, poder sentir-me bem, poder dizer: Esta sim, sou eu. Quero, e vou fazer tudo para ter aquilo que quero. ÁGUA, NATAÇÃO.

domingo, 1 de março de 2009

sábado, 21 de fevereiro de 2009

sem título.

Minha eterna confidente, minha folha de papel, estou eu agora, aqui a andar na rua, com um pé muito seguido do outro, consciente do meu passado, presente e futuro, consciente do que o que já passei é para recordar e do que o que estou a passar é para aproveitar e do que o que vou fazer daqui em diante vai ser com o coração e bastante esperança e alegria. Estou a desabafar com o ar, tudo o que desabafo contigo e com a Água, tudo o quanto consigo, mas tal como com a água, sem palavras, apenas com gestos, com toque, com o sentir. Às vezes diz tudo, tal como tu me dizes, apenas com o toque e com a mudança das minhas eternas palavras, quando apago e penso que afinal é melhor isto ou aquilo, porque tu me mostras e transmites o melhor. Hoje digo isto tudo porque te quero contar um segredo, um segredo que mais ninguém pode saber, que muitos desejavam saber, mas não há ninguém o suficiente sereno quanto tu para guardar um segredo destes, só alguém que apenas ouve, que só respira com as minhas palavras, alguém que vive das minhas emoções. Por isso, a perfeição encaixa-se em ti neste contexto, não sabia como te contar, é tudo muito estranho, dramático demais, só em ti está a solução do meu desabafar, por isso decidi desenhar palavras em ti, tudo o que a minha mente e o meu coração desenharam em mim, o que eu concluí, previ e antevi: o fim do Mundo, o fim do Homem, o fim dos sonhos, o fim da vida.
Tu sabes o que vai acontecer? Graças à nossa grande grande grande intervenção no Planeta, à intervenção do homem e às suas necessidades de bem-estar, agora todos os dias me interrogo: Será que é hoje que um vulcão vai explodir e vai entornar lava pelo Mundo inteiro, cobrindo as nossas casas, a nossa vida e acabando com tudo até uma sucessão secundária aparecer? Ou ainda: Iremos nós acabar com o nosso próprio oxigénio e morreremos abafados?
Penso, penso e penso, choro, choro e choro, como que se toda a preocupação viesse parar para a minha cabeça, na angústia de que um dia este nosso suposto estimado Mundo pode acabar, que todos os dias são dias, que a qualquer momento podemos morrer e não alcançar e realizar os nossos sonhos e objectivos (respectivamente), e penso nisso com medo de não chegar a fazer as coisas que mais felicidade e prazer me iriam dar, mas por outro lado, com a menor das certezas, penso que também tenho que viver tudo com calma e um dia de cada vez, apesar de achar que a vida é para ser aproveitada, senão o que estamos aqui a fazer? E também é grande a angústia de saber que posso não chegar a realizar o meu grande sonho, o sonho de conseguir respirar na água, outra que pode extinguir, que eu tanto amo, que eu tanto tento estimar dentro do que consigo estimar. Cada vez que pego em ti, tu sabes que me fazes bem, que me aconselhas de tudo, mas hoje, quanto a isto, nem tu, nem tu, nem tu me consegues aconselhar, mesmo indirectamente, do assunto pelo qual estou angustiada. E sabes o que penso?
Eu penso nunca conseguir vir a saber o quando, nem o como, mas só sei que um dia, depois de tudo, irei ficar a saber mais do que já sei, na minha vida supra-terrena, na vida além da Terra, em que irei saber mais do que desejo agora. Em que irei aprender tudo o que desaprendi durante vida, todos os pós mágicos das extremidades humanas, da vida e da morte. Sabes o que penso mais? Que este meu segredo não se trata de um segredo, mas sim de uma dúvida de vida, de uma mudança de ser, uma mudança de personalidade, dúvidas de uma adolescente preocupada com o seu futuro, que quer ser feliz acima de tudo e o que o grande segredo desta jovem que tanto gosta de escrever para ti e para ela, para ela e para o Mundo, é ser feliz, esse é o pó mágico das extremidades humanas, a felicidade e aprender a viver com a felicidade, afinal todos nós somos felizes, mas não sabemos viver com a nossa felicidade. A minha grande dúvida, o meu grande sonho e o meu grande segredo é o facto de querer continuar a saber encontrar a felicidade dentro de mim e a razão dessa felicidade e como conseguir viver de um modo perfeito, sem uma vida perfeita. Mas mesmo assim, interrogo-te mais uma vez, minha folha de papel: Perfeição existe? Amor existe? O que é? Existem sim, existem à nossa maneira, cada um de nós tem a sua maneira, o seu pó, pó esse que só encontramos depois de encontrarmos a verdadeira razão de vivermos, mesmo que seja numa vida extra-terrena, é este o meu segredo, todos nós precisamos de seguir as pistas do tesouro para o encontrarmos, para tudo ser assim perfeito, à minha maneira, à tua maneira, à maneira da tua folha vizinha, à maneira de todos nós, mas cada um com a sua maneira. Minha folha, no fundo fui eu que te tentei ajudar hoje. E tu, já encontraste a tua maneira de encarar a vida e a tua razão de viver?

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

A sensibilidade desse toque



Basta seres tu.
Tu e essa tua sensibilidade e o nosso amor.
A maneira como o teu corpo atinge o meu,
Que até me causa uma certa e diferente dor.
A forma como me pegas na mão,
Como se eu fosse uma boneca de porcelana,
Sai do meu coração uma rajada de excitação,
Que logo penetra nesse teu olhar radiante.
Como se fosse tudo para ti no Mundo,
Como se tivesses medo que eu me partisse e tudo à tua volta se desmoronava.
Como se eu fosse o copo da tua vida.
Um copo.
Um simples mas especial copo.
Tudo é especial se acreditarmos que o é.
Esse teu cheiro, que se cola no meu corpo,
Chega ao meu nariz calorosamente.
Trocamos olhares amorosos e nada fica,
Tudo passa, tudo passa por dentro da nossa intimidade,
Tudo passa entre este nosso amor,
Tudo passa mesmo que haja uma muro,
Tudo passa porque acredito.

Minha Lua


És a minha Lua.
A lua que está lá todas as noites que se prolongam nos imensos dias.
A Lua que me oferece luz no meio da escuridão.
A Lua que mesmo por vezes sendo meia, ou representada em quartos, não deixas de ser a Lua que eu amo.
A Lua que permanece sempre cheia. Sempre.
A Lua que aquece todas as frias noites.
A Lua que me dá uma flor de Primavera a uma folha de Outono.
E oferece um raio de Sol a uma rajada de chuva.
Uma Lua ausente mas permanente.
E isto que eu sinto por ti está em eclipse.
O eclipse dessa luz que sumiu na intensa e forte escuridão.
A escuridão mais forte, que me deixa isenta de amor.
Isenta de carinho, isenta de paixão.
Sem o meu interior.
Este “S” de sobrevivência começa a diminuir-se cada vez mais.
Sem ti, nada me faz largar um sorriso no meio desta densa floresta de lágrimas.